Saúde define fluxo de atendimento nas unidades durante obra no HGG

HGG continuará atendendo pacientes com classificação de risco vermelha




20/09/2019 | 10h41 | Foto: SupCom.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - O subsecretário de Saúde de Campos, Sávio Saboia, reuniu-se na tarde desTa quinta-feira (19) com representantes das Unidades Pré-Hospitalares (UPHs), no Hospital Ferreira Machado (HFM). O objetivo foi traçar o fluxo de atendimento à população durante o período de obras no Hospital Geral de Guarus (HGG), evitando a superlotação no HFM. As obras fazem parte do plano de recuperação das unidades médicas, que já contemplou diversas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e agora chega aos hospitais.


As obras vão ocorrer no setor de emergência do HGG e o atendimento teve mudanças. Os pacientes atualmente internados nas enfermarias do pronto socorro do Hospital Geral de Guarus deverão ser transferidos para os hospitais contratualizados. No encontro desta quinta-feira ficou definido que o HGG continuará atendendo pacientes com classificação de risco vermelha, porém não traumáticos (esses casos serão encaminhados ao Hospital Ferreira Machado), enquanto os casos clínicos serão inicialmente direcionados às UPHs.


Segundo informou o diretor clínico do HGG, Heder Zampirolli Dutra, os outros serviços prestados pelo hospital vão continuar normalmente. A Unidade de Pacientes Graves (UPG), UTI e emergência pediátrica vão continuar à disposição da população.


Os consultórios de emergência do HGG serão reformados e ampliados, assim como a recepção. As intervenções vão garantir uma sala somente para procedimentos em pacientes com parada cardiorrespiratória. Essas obras, que já estavam em planejamento, contemplam também as solicitações apresentadas pela Vigilância Sanitária e o Conselho Regional de Medicina (Cremerj).