Grupo de vereadores pode lançar candidatura de Igor Pereira a deputado federal

Vereador admitiu possibilidade de candidatura em entrevista ao Campos 24 Horas




21/11/2021, 07h42, Foto: Campos 24 Horas.


As eleições de 2022 já estão na porta com a movimentação dos partidos e lideranças políticas regionais em busca de nomes para preencher as nominatas visando a disputas de cadeiras na Assembleia Legislativa (Alerj) e Câmara dos Deputados. Em Campos e um grupo de vereadores na Câmara Municipal já articula um nome do Legislativo para uma candidatura à Câmara Federal no próximo pleito. Entre os legisladores, há a expectativa em torno de um consenso, e um dos nomes que encabeçam as pré-candidaturas é o do vereador Igor Pereira (SD), que falou ao Campos 24 Horas sobre sua possível candidatura a deputado federal. (leia mais abaixo)


“Estamos conversando, sim. Os vereadores têm dialogado bastante sobre os projetos que estão tramitando na Casa, mas também tratamos da nossa representação no Rio e em Brasília, que precisamos fortalecer cada vez mais pela importância de Campos não só no contexto estadual, mas nacional. O meu nome está à disposição para contribuir com este debate em torno da nossa representação política”, disse o vereador do Solidariedade. (leia mais abaixo)


Igor considera que a Câmara, pelos vereadores que vivenciam o dia a dia da população, tem total legitimidade para protagonizar o debate em torno da representação política de Campos no próximo pleito. (leia mais abaixo)


As mortes dos deputados estaduais João Peixoto e Gil Vianna, que faleceram por complicações da Covid-19, e a eleição do então deputado federal Wladimir Garotinho (PSD) para prefeito de Campos resultaram numa lacuna na Assembléia Legislativa (Alerj) e na Câmara Federal. “Sim, temos esta lacuna, e os vereadores vivem mais do que ninguém os problemas de nossa comunidade, e conhecem as suas necessidades. Daí que a Câmara tem esta legitimidade, sim. Se tiver o apoio dos colegas, vamos para mais esta luta porque tenho também o apoio do meu partido”, avaliou Igor. (leia mais abaixo)


Igor, no entanto, considera que por ora os vereadores estão mais concentrados na discussão das matérias importantes que irão tramitar na Câmara até o final do ano. Há também a possibilidade do representante do grupo de vereadores fazer dobradinha com o deputado estadual licenciado e secretário de Estado de Governo, Rodrigo Bacellar (SD).  (leia mais abaixo)


“As articulações em torno das eleições de 2022 devem ser aprofundadas após o recesso parlamentar porque temos muito trabalho pela frente na Câmara até o final do ano. Eu tenho na Casa uns nove projetos, mas há não apenas projetos de autoria dos vereadores, mas aqueles que são igualmente importantes, encaminhados pelo Executivo, como a própria Lei Orçamentária Anual (LOA), que definirá os investimentos para cada secretaria ou autarquia do nosso município a fim de proporcionar melhores condições de vida à população”, concluiu.