Seis homicídios do Carnaval de Campos são investigados

Quatro em Guarus, um em Goitacazes em outro em Rio Preto




17/02/2021, 08h31, Foto: Divulgação.

(Última atualização em 17/02/2021 homicídio de Rio Preto) - Campos teve seis  homicídios no carnaval, sendo quatro em Guarus com características de execução e com possível ligação com facções ligadas ao narcotráfico. Em Goitacazes, um homem foi espancado até a morte. E o último na localidade de Rio Preto, zona rural do município. (veja abaixo como aconteceram as mortes)


PRIMEIRO ASSASSINADO - Por volta das 11h deste domingo (14), o corpo de Maicon Pereira Pinto, de 23 anos, foi encontrado às margens da BR-101, nas proximidades da primeira passarela. Com tiros que perfuraram o tórax e a cabeça, tudo leva a crer que a morte de Maicon foi uma execução. Policiais militares fizeram levantamentos no local para chegar a autoria. (leia mais abaixo)


SEGUNDO ASSASSINADO-  Aconteceu por volta de meio dia, na Rua São Francisco de Assis, no Parque Santa Rosa. A foi vítima identificada como Gabriel Conceição Santos. Ele foi executado com vários tiros em via-pública. Dois homens em uma moto são os principais suspeitos do crime. (leia abaixo).


TERCEIRO ASSASSINADO -  O adolescente Leon Batista da Silva, de 16 anos, foi a vítima. Ele era conhecido como 'Palhacinho' e foi morto com vários tiros de pistola calibre 9 mm, na cabeça, na Praça conhecida como 'Ponto das Vans', no Parque Santa Rosa. A polícia tinha um mandado de busca contra ele por conta da suspeita de ligação com crimes. (leia abaixo)


QUARTO ASSASSINADO - Identificado como Jean, com apelido de Pezão, foi assassinado com vários tiros na noite deste domingo, no Parque Prazeres. O homicídio ocorreu, segundo a polícia, nas proximidades do Forró do 'Zé do Brejo'. Uma segunda vítima, não identificada, foi atingida por uma bala na perna esquerda por estar próximo ao local dos disparos contra o Jean, mas foi socorrida e levada para o Hospital Ferreira Machado e passa bem. De acordo com relatos de populares no local, houve uma discussão no bar onde Jean seria gerente. Os tiros atingiram as pernas, tórax, cabeça e rosto de Jean. Até a última atualização desta reportagem, a PM ainda estava no local levantando dados sobre a vítima e a autoria.


QUINTA ASSASSINADO - HOMEM ESPANCADO ATÉ A MORTE DENTRO DE CASA EM GOITACAZES


Um homem identificado como Natalício Leal da Silva, de 59 anos, foi espancado até a morte na manhã desta terça-feira (16) dentro de uma residência no Parque Real, em Goitacazes, na Baixada Campista. (leia mais abaixo)


De acordo com a polícia, homens invadiram o imóvel e começaram agredir a vítima. Nesse momento, uma testemunha saiu para pedir ajuda e quando retornou já encontrou o homem já sem vida. Ainda segundo a polícia, a testemunha não soube identificar os autores, nem informar sobre a motivação. (leia mais abaixo). O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) e o caso registrado na 134ª DP/Centro. (leia mais abaixo)[


SEXTO ASSASSINADO

O corpo de um homem foi encontrado nesta terça-feira (16) em um rio dentro de uma propriedade rural da localidade de Rio Preto, zona rural de Campos. A vítima foi identificada como Iago Marcelino, de 28 anos, que estava desaparecido desde a última sexta-feira (12). O corpo apresentava marcas de tiros, dois na cabeça e um no tórax. Iago morava em Rio Preto. (leia mais abaixo)


Ai polícia apura a versão de que Iago pegou uma motocicleta emprestada com um colega na última sexta-feira. A moto foi localizada na tarde de terça-feira de Carnaval em uma estrada da localidade. Moradores teriam relatado que ouviram tiros. A polícia apura se houve assalto ou vingança. (leia mais abaixo)