Secretário de Governo Alexandre Bastos responde Wladimir Garotinho

"Seguindo os passos do pai, Wladimir se baseia em fake news" Disse Bastos




Atualizado em 04/06/2019 19h07

 



O secretário de Governo Alexandre Bastos comentou sobre o discurso do deputado Wladimir Garotinho (PSD), que citou nesta terça-feira (04) uma denúncia feita por um membro do Conselho de Saúde. “Durou pouco o personagem conciliador de Wladimir Garotinho. Seguindo os passos e as orientações do pai, ele deixa de lado a máscara e usa a tribuna da Câmara Federal para atacar adversários usando e abusando de factoides. Seria cômico se não fosse trágico, mas o parlamentar se baseia em um print de um grupo de WhatsApp para dizer que um assessor da secretaria de Governo teria dito que a denúncia seria arquivada. No diálogo completo é possível constatar que o funcionário reforça sua confiança no governo e afirma que as contas e as portas da secretaria de Saúde estão abertas. Ou seja, Wladimir baseia em fake news e chega a divulgar nomeação que já foi até extinta. Quem acompanha o nosso grupo político sabe do respeito que temos pelo Ministério Público, algo que a família Garotinho nunca teve. Em 2017 Garotinho chegou a montar uma manifestação contra o Ministério Público em Campos. Em outra ocasião, no Rio de Janeiro, atacou os promotores, a quem chamou de cabos eleitorais. E o que Wladimir, que hoje posa de defensor do MP, fez na ocasião? Além disso, por diversas vezes o pai dele atacou juízes e delegados”, disse Bastos.


 

Ainda de acordo com o secretário, ao contrário da “caixa preta” que existia no governo da mãe de Wladimir, a gestão Rafael Diniz está à disposição. “O secretário de Saúde informou que enviará qualquer tipo de informação ao Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal ou qualquer órgão competente. Ao contrário do que ocorria com a gestão da mãe dele, que escondia dados, fugia dos debates e terminou com as contas rejeitadas. Já as contas de Rafael Diniz foram aprovadas por unanimidade”.