A oposição de Campos não tem proposta para crise econômica

Pré-candidatos a prefeito de Campos ainda não mostraram propostas para crise econômica




Atualizado em 15/09/2019 19h07



O Prefeito Rafael Diniz está enfrentando
s a maior crise financeira da história do município de Campos dos Goytacazes. Comparando o orçamento de 2018 com o de 2019, já se calcula um total de 111 milhões de reais a menos. Porém, mesmo na crise, o esforço para se manter o pagamento dos servidores e aposentados, serviços básicos e criar projetos de inovação e transformação social como a escola em tempo integral, esporte para mais de 20 mil pessoas, inauguração do hospital da baixada e tantas outras coisas tem sido marco do governo no meio da crise. Porém a pergunta que não quer calar. Qual a alternativa da oposição para enfrentar a crise financeira que assola o município?

Em anos de esbanjo financeiro, momento de construir o futuro do município, obras faraônicas foram feitas e hoje são palcos de escândalos. A oposição antes de fazer qualquer crítica, precisa apresentar uma alternativa para conter a crise do município, o que fazer para aumentar a arrecadação? Onde vai cortar gastos? Como inovar na administração cada vez arrecadando menos?

Os anos de pagar 160 milhões no CEPOP e 2 Milhões em escola de samba acabaram. São tempos de austeridade.