sexta-feira, 23 de maio de 2014    -     Foto: Saulo Garcez / Campos 24 Horas

Troca de tiros aconteceu nesta manhã. Viaturas da PM e do Bombeiros foram apedrejadas

Um menor assassinado e uma mulher grávida baleada. Este foi o saldo de uma guerra entre facções rivais na manhã desta sexta-feira(23), em Guarus. Inicialmente,  uma troca de tiros  na comunidade do Sapo 1, no Novo Eldorado, teve como vítima um menor de 16 anos, que morreu antes da chegada do Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar enviou várias equipes a Guarus. O clima é de muita tensão

Menor assassinado De acordo com a polícia, três homens de bicicleta identificados como E., R., e Y., passaram pela Rua 3 e efetuaram vários disparos, atingindo César Luiz Alves, de 16 anos, que morreu no local. Outro menor, de inicial  F., também foi atingido. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Ferreira Machado (HFM).

Há um grande tumulto próximo ao corpo da vítima. Populares estão revoltados, pois afirmam que o menor assassinado era seria inocente. Também foi encontrado ao lado do corpo uma cápsula que, a princípio, seria de uma pistola.

A ambulância do Corpo de Bombeiros e as viaturas da Polícia Militar, ao chegarem no local foram apedrejadas. A imprensa também foi impedida de se aproximar.

Várias viaturas da PM estão no local. Outras viaturas e policiais do Serviço Reservado (P2) fazem patrulhamento para evitar novos confrontos.

Grávida baleada Uma mulher, grávida de quatro meses, identificada como Amanda Otília Soares Alves, de 21 anos,  também foi baleada nesta manhã, na rua Nova Aurora, na comunidade do Sapo II, no Parque Santa Rosa. Acredita-se que foi uma resposta pelo crime ocorrido na comunidade do Sapo I. De acordo com a polícia, a mulher foi atingida com um tiro nas costas tentando fugir. De acordo também com a polícia, os autores dos tiros estariam procurando pelo marido dela.

"Ela não está sentindo as pernas", comentou um bombeiro no momento em que socorria a mulher, que foi levada para o Hospital Ferreira Machado(HFM).

         " /> Campos 24 Horas | Seu Jornal Online sexta-feira, 23 de maio de 2014    -     Foto: Saulo Garcez / Campos 24 Horas

Troca de tiros aconteceu nesta manhã. Viaturas da PM e do Bombeiros foram apedrejadas

Um menor assassinado e uma mulher grávida baleada. Este foi o saldo de uma guerra entre facções rivais na manhã desta sexta-feira(23), em Guarus. Inicialmente,  uma troca de tiros  na comunidade do Sapo 1, no Novo Eldorado, teve como vítima um menor de 16 anos, que morreu antes da chegada do Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar enviou várias equipes a Guarus. O clima é de muita tensão

Menor assassinado De acordo com a polícia, três homens de bicicleta identificados como E., R., e Y., passaram pela Rua 3 e efetuaram vários disparos, atingindo César Luiz Alves, de 16 anos, que morreu no local. Outro menor, de inicial  F., também foi atingido. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Ferreira Machado (HFM).

Há um grande tumulto próximo ao corpo da vítima. Populares estão revoltados, pois afirmam que o menor assassinado era seria inocente. Também foi encontrado ao lado do corpo uma cápsula que, a princípio, seria de uma pistola.

A ambulância do Corpo de Bombeiros e as viaturas da Polícia Militar, ao chegarem no local foram apedrejadas. A imprensa também foi impedida de se aproximar.

Várias viaturas da PM estão no local. Outras viaturas e policiais do Serviço Reservado (P2) fazem patrulhamento para evitar novos confrontos.

Grávida baleada Uma mulher, grávida de quatro meses, identificada como Amanda Otília Soares Alves, de 21 anos,  também foi baleada nesta manhã, na rua Nova Aurora, na comunidade do Sapo II, no Parque Santa Rosa. Acredita-se que foi uma resposta pelo crime ocorrido na comunidade do Sapo I. De acordo com a polícia, a mulher foi atingida com um tiro nas costas tentando fugir. De acordo também com a polícia, os autores dos tiros estariam procurando pelo marido dela.

"Ela não está sentindo as pernas", comentou um bombeiro no momento em que socorria a mulher, que foi levada para o Hospital Ferreira Machado(HFM).

         " />
Buscar:

Envie textos e fotos: WhatsApp (22) 9 9709-9308

Envie WhatsApp para (22) 9 9709-9308

sexta-feira, 23 de maio de 2014    -     Foto: Saulo Garcez / Campos 24 Horas

Troca de tiros aconteceu nesta manhã. Viaturas da PM e do Bombeiros foram apedrejadas

Um menor assassinado e uma mulher grávida baleada. Este foi o saldo de uma guerra entre facções rivais na manhã desta sexta-feira(23), em Guarus. Inicialmente,  uma troca de tiros  na comunidade do Sapo 1, no Novo Eldorado, teve como vítima um menor de 16 anos, que morreu antes da chegada do Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar enviou várias equipes a Guarus. O clima é de muita tensão

Menor assassinado De acordo com a polícia, três homens de bicicleta identificados como E., R., e Y., passaram pela Rua 3 e efetuaram vários disparos, atingindo César Luiz Alves, de 16 anos, que morreu no local. Outro menor, de inicial  F., também foi atingido. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Ferreira Machado (HFM).

Há um grande tumulto próximo ao corpo da vítima. Populares estão revoltados, pois afirmam que o menor assassinado era seria inocente. Também foi encontrado ao lado do corpo uma cápsula que, a princípio, seria de uma pistola.

A ambulância do Corpo de Bombeiros e as viaturas da Polícia Militar, ao chegarem no local foram apedrejadas. A imprensa também foi impedida de se aproximar.

Várias viaturas da PM estão no local. Outras viaturas e policiais do Serviço Reservado (P2) fazem patrulhamento para evitar novos confrontos.

Grávida baleada Uma mulher, grávida de quatro meses, identificada como Amanda Otília Soares Alves, de 21 anos,  também foi baleada nesta manhã, na rua Nova Aurora, na comunidade do Sapo II, no Parque Santa Rosa. Acredita-se que foi uma resposta pelo crime ocorrido na comunidade do Sapo I. De acordo com a polícia, a mulher foi atingida com um tiro nas costas tentando fugir. De acordo também com a polícia, os autores dos tiros estariam procurando pelo marido dela.

"Ela não está sentindo as pernas", comentou um bombeiro no momento em que socorria a mulher, que foi levada para o Hospital Ferreira Machado(HFM).

         " sizes="(max-width: 681px) 100vw, 681px">
sexta-feira, 23 de maio de 2014    -     Foto: Saulo Garcez / Campos 24 Horas

Troca de tiros aconteceu nesta manhã. Viaturas da PM e do Bombeiros foram apedrejadas


Um menor assassinado e uma mulher grávida baleada. Este foi o saldo de uma guerra entre facções rivais na manhã desta sexta-feira(23), em Guarus. Inicialmente,  uma troca de tiros  na comunidade do Sapo 1, no Novo Eldorado, teve como vítima um menor de 16 anos, que morreu antes da chegada do Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar enviou várias equipes a Guarus. O clima é de muita tensão


Menor assassinado
De acordo com a polícia, três homens de bicicleta identificados como E., R., e Y., passaram pela Rua 3 e efetuaram vários disparos, atingindo César Luiz Alves, de 16 anos, que morreu no local. Outro menor, de inicial  F., também foi atingido. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Ferreira Machado (HFM).


Há um grande tumulto próximo ao corpo da vítima. Populares estão revoltados, pois afirmam que o menor assassinado era seria inocente. Também foi encontrado ao lado do corpo uma cápsula que, a princípio, seria de uma pistola.


A ambulância do Corpo de Bombeiros e as viaturas da Polícia Militar, ao chegarem no local foram apedrejadas. A imprensa também foi impedida de se aproximar.


Várias viaturas da PM estão no local. Outras viaturas e policiais do Serviço Reservado (P2) fazem patrulhamento para evitar novos confrontos.


Grávida baleada
Uma mulher, grávida de quatro meses, identificada como Amanda Otília Soares Alves, de 21 anos,  também foi baleada nesta manhã, na rua Nova Aurora, na comunidade do Sapo II, no Parque Santa Rosa. Acredita-se que foi uma resposta pelo crime ocorrido na comunidade do Sapo I. De acordo com a polícia, a mulher foi atingida com um tiro nas costas tentando fugir. De acordo também com a polícia, os autores dos tiros estariam procurando pelo marido dela.


"Ela não está sentindo as pernas", comentou um bombeiro no momento em que socorria a mulher, que foi levada para o Hospital Ferreira Machado(HFM).





 

 

 

 

 

Compartilhe

Leia matéria completa

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail:

VerboTec Desenvolvimento e Tecnologia.