Buscar:

Envie textos e fotos: WhatsApp (22) 9 9709-9308

Envie WhatsApp para (22) 9 9709-9308

Secretário desmente boato de surto de meningite

Secretaria de Saúde continua aguardando resultados de exames com suspeita da doença

12/07/2016 14:02:52

Compartilhe

12/07/2016       14h23      |   Foto: Supcom 
GeraldoA Secretaria Municipal de Saúde desmente boato de surto de meningite em Campos. "Não brincamos com saúde. Trabalhamos com base em dados reais e concretos. Não existe interesse em esconder estatísticas. Quem espalha boatos como este é irresponsável e causa pânico em pessoas de bem", disse o secretário Geraldo Venâncio.


Segundo o responsável técnico da Direção de Vigilância em Saúde, Charbell Kury, os critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que para registrar surto, seria necessário ter a partir de três casos confirmados não relacionados de doença por meningococo, "dando o indicador de 10 casos para cada 100 mil pessoas em três meses, o equivalente a 50 casos iguais aos das irmãs que morreram (que contam como um caso)", informou.

A Secretaria de Saúde continua aguardando resultados de exames de pacientes com suspeita de meningite enviados a laboratórios estaduais. Os casos continuam sendo investigados. Dentre eles, o caso do jovem de 18 anos, que estava internado no Hospital Ferreira Machado (HFM) e faleceu nesta segunda-feira (11). Os exames preliminares indicam meningite meningocócica, mas a Secretaria aguarda os resultados finais. "Ele estava fora da faixa etária da vacina ofertada", comentou.

Diversos municípios, além de Campos, aguardam resultados de exames enviados ao Estado para confirmação. Outra criança de 7 anos segue internada no mesmo hospital, porém já está fora do isolamento e sem uso de antibióticos, permanece estável, em observação. O diagnóstico inicial presume meningite por pneumococo. "Portanto, não há o que falar em meningite contagiosa", lembrou Charbell.

O caso da menor L.L., 2 anos, que culminou em óbito no final do mês de junho, também segue aguardando resultados finais. Ela iniciou quadro de infecção respiratória em 16 de junho, com evolução desfavorável levando à internação em 18 de junho no Hospital Ferreira Machado (HFM), tendo falecido no dia 27 de junho. "O liquor analisado suspeito e as características clínicas apontam para suspeita de meningite ou por pneumococo ou meningococo", disse Charbell.

Este ano, foram confirmados 23 casos de meningites em Campos. Estes números ainda estão abaixo da média histórica anual do município, que é de cerca de 30 casos/ano.

Venâncio acrescenta que no inverno, é natural a busca por ambientes fechados e protegidos do frio. É justamente por causa das aglomerações que esta estação favorece a transmissão de doenças infectocontagiosas, entre elas, a meningite. "Por isso, recomendamos que ninguém deve automedicar em casa, o ideal é sempre procurar ajuda num posto de saúde", recomendou.

Meningites em Campos este ano:

Casos confirmados - 23 casos

Óbitos suspeitos e confirmados - meningites – 5

Meningococcemia - 2 (as irmãs)

Total de óbitos (meningites + meningococcemia) = 7

Compartilhe

Leia matéria completa

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail:

VerboTec Desenvolvimento e Tecnologia.