Buscar:

Envie textos e fotos: WhatsApp (22) 9 9709-9308

Envie WhatsApp para (22) 9 9709-9308

quarta-feira, 4 de maio de 2014    -     Foto: Saulo Garcez / Campos 24 Horas

Segundo familiares do idoso, o elevador apresentou defeito quando ele estava sendo socorrido


DSC_0421DSC_0406Na tarde desta terça-feira (3), um idoso de 72 anos morreu após ficar preso no elevador no Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Campos.O fato aconteceu depois que o paciente passou mal ainda no quarto, junto com sua acompanhante. Os enfermeiros foram chamados, e ao realizar os primeiros procedimentos entraram no elevador para encaminhá-lo até o Centro de Tratamento Intensivo (CTI).



Segundo familiares do idoso, o elevador parou quando ele estava sendo socorrido. Em seguida o elevador foi arrombado, mas o idoso não resistiu e acabou morrendo minutos depois de ser levado para o CTI do hospital, onde ele estava internado desde o dia 28.


Para o gerente administrativo da Santa Casa, Vandre Freitas Junior, foi uma fatalidade. Ele falou ao Campos 24 Horas. “Houve uma pane no elevador e acabou acontecendo essa fatalidade. Digo fatalidade porque ele passou mal ainda no quarto junto com a acompanhante. Foi socorrido, mas durante o socorro o elevador infelizmente travou", disse Vandre.



[caption id="attachment_183850" align="alignleft" width="504"]DSC_0380 Vandre Freitas Junior, gerente da Santa Casa[/caption]

O gerente informou que o idoso chegou ao CTI  depois que funcionários da Santa Casa arrombaram a porta do elevador. “O paciente foi levado a CTI, mas não resistiu ao infarto”, lamentou Vandre.


Ainda de acordo com Vandre, as circunstâncias da morte serão apuradas. “A OTIS Elevadores é a que cuida de toda essa parte de manutenção aqui na Santa Casa. O fato será apurado, e a justiça apurará os culpados pelo fato", concluiu.DSC_0416


 

 

 

 

 

DSC_0408

 







 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe

Leia matéria completa

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail:

VerboTec Desenvolvimento e Tecnologia.