Buscar:

Envie textos e fotos: WhatsApp (22) 9 9709-9308

Envie WhatsApp para (22) 9 9709-9308

domingo, 27 de abril de 2014   -     Foto: Saulo Garcez / Campos 24 Horas e Secom
campos folia 2604 2campos folia 2604 vivianeViviane araújo campos folia 2604Musa do carnaval carioca no 2º dia de desfiles do Campos Folia


A atriz Viviane Araújo abriu o segundo dia de desfiles do Campos Folia 2014 com a escola de samba do Rio de Janeiro, Unidos da Tijuca, campeã do carnaval carioca deste ano. A rainha de bateria do Salgueiro, também, desfilou na sexta-feira (25) com a União da Ilha do Governador. Ela voltou, este ano, ao Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop) e falou sobre  a estrutura do Cepop.


Viviane mostrou muito samba no pé à frente das duas escolas e esbanjou simpatia, contagiando o público das arquibancadas. O Campos Folia 2014 está sendo realizado desde sexta-feira (25) e segue até domingo (27). Este ano, o evento homenageia o radialista Wálace Oliveira e o carnavalesco Rubinho Chebabe. No primeiro dia, desfilaram também os blocos do grupo de acesso e especial. Neste sábado, é a vez das escolas de samba do grupo especial. No domingo (27), último dia do evento, desfilam a Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense, também do Rio, e as escolas do grupo de acesso.



madureira do turfMadureira do Turfe fecha o segundo dia de desfiles


O público não deixou as arquibancadas do Cepop esperando por uma das mais tradicionais e vitoriosas escolas de samba de Campos. A Madureira do Turfe, como acontece todos os anos, é um atrativo a mais que todos fazem questão de esperar e este ano não foi diferente. A escola premiou o público com um desfile eficiente e alegre.
A homenagem ao campista Roberto Ribeiro, cantor e compositor de sucesso em todo o país, emocionou a todos e arrancou aplausos do público.  O "De um sonho à realidade, Roberto Ribeiro, um legado de saudade", mexeu com todos.
A história do ilustre campista mostrou a infância vivida em Campos, sua passagem pelo futebol, onde atuou no Goytacaz e no Botafogo, até a sua consagração no mundo artístico. A família de Roberto Ribeiro teve participação destacada no desfile. O samba do próprio filho de Roberto Ribeiro, Alex Ribeiro, foi interpretado por Alfeu, Igor Viana e Rogerinho.


mocidade louca 2O bem venceu o mal na Mocidade Louca
A Mocidade Louca tomou a Avenida Rubinho Chebabe no segundo dia de desfile do Campos Folia 2014, no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop). A atual campeã do carnaval foi a quarta a desfilar no grupo especial e mostrou toda a garra. Com o enredo “Bem ou mal, mas falem de mim, sou Mocidade Louca até o fim”, a agremiação do Morrinho mostrou que o bem sempre vence o mal.


Na comissão de frente os anjos anunciavam a chegada da Mocidade Louca. Segundo o coreógrafo, Bruno Melo, foi a luta do bem e do mal, mas sempre prevalecendo o bem. No abre setor tinha uma boca com uma língua para fora, expressando que todo comentário é geral. O abre-alas era o Templo Celestial: O Bem e o Mal. Os 120 ritmistas da escola eram de tirar o chapéu. O segundo carro contagiou a avenida com a Casa da Mãe Joana, onde neles estavam atores encenando a expressão de língua portuguesa.


Com 1.200 componentes divididos em 18 alas, a Mocidade Louca fez um recorte nos ditos populares e provérbios no dia a dia da humanidade, deste os tempos mais remotos, além de ter rendido homenagens ao ator e animador cultural David da Costa Moreira, criador e intérprete de Laysa Lisa e do Palhaço Alegria.


ás de ouro 2Ás de Ouro exaltou na avenida o melhor amigo do homem


Penúltima escola a desfilar na segunda noite do Campos Folia 2014, a Ás de Ouro apresentou como tema “O cão é o melhor amigo do homem”, exaltando as qualidades deste que é considerado como o primeiro animal domesticado pelo homem e que até hoje é bem vindo na maioria dos lares.


Com uma comissão de frente formada por bailarinos com fantasias de cães de diversas raças, a escola empolgou o público que permaneceu no Cepop na madrugada deste domingo, animado pelo samba fácil, de autoria de Bambu. interpretado por Marquinhos Sá, Dandão, Yuri, Helena Rangel e Fabinho do Cavaco.


As características do animal e sua lealdade ao dono foram apresentadas na avenida nas diversas alas que vieram a seguir e destacavam o tema.


Fundado em 1983, no bairro Turfe Clube, a Ás de Ouro sempre esteve na elite do Carnaval campista e vai lutar para se manter no Grupo Especial, esperando surpreender na apuração, pela alegria e descontração apresentada por seus componentes. O carnavalesco Roney Brandão não economizou as alegorias com cães de todas as raças.


ururau da lapa 2U. da Lapa apresentou a Copa do Mundo no Brasil


O Brasil é um país de samba e futebol e é onde este ano acontece a Copa do Mundo. Com todos esses ingredientes, a Escola de Samba Ururau da Lapa mostrou toda a magia da seleção brasileira, campeã cinco vezes no mundial. Com o enredo “Vai começar a Copa no país do samba e futebol. Meu Jacaré vira mascote. Sou brasileiro, sou Ururau”, a agremiação do grupo especial foi a terceira a desfilar no segundo dia do Campos Folia 2014, no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop).


A comissão de frente mostrou que a família brasileira irá assistir a Copa pela televisão. “Foi uma boa sacada e mostramos a família como irmandade e que estará toda unida torcendo pelo Brasil ser hexacampeão”, comentou o coreógrafo, Pedro Fagundes.


No carro abre-alas estava o jacaré, símbolo do Ururau da Lapa. Os ritmistas estavam fantasiados de torcida organizada. Uma das alas fez homenagem ao ex-jogador Pelé e ao grande compositor campista, Roberto Ribeiro. No segundo carro alegórico, o público nas arquibancadas e camarotes pode assistir a uma boa partida de futebol, com direito a juiz e bandeirinhas.


união da esperançaUnião da Esperança entrou na passarela do samba com garra


União da Esperança, a Verde e Rosa de Custodópolis, entrou na passarela do samba do Cepop que, este ano, recebeu o nome do carnavalesco Rubinho Chebabe, com garra, buscando uma das primeiras colocações no Grupo Especial. A escola falou de Carukango, príncipe moçambicano, avô do abolicionista José do Patrocínio. Já na comissão de frente, pretas-velhas e guerreiros africanos apresentavam a história que seria apresentada nas demais alas da agremiação.  “Não precisa dizer mais nada: é Custodópolis mais uma vez!”, exclamou o carnavalesco Cacá.


Mestre Pingo é o diretor da bateria, que desfilou com 80 componentes. A bateria trouxe a rainha Carina Meireles e a rainha mirim, Ana Laura, de seis anos.


- Tenho amigos na diretoria da escola e fui acolhida de braços abertos pela comunidade de Custodópolis. É primeira vez que desfilo na escola, mas participei de todos os ensaios e espero fazer bonito pela União da Esperança -, contou disse a rainha da bateria, que é de São João da Barra, mas reside atualmente em Guarus.


onça no sambaOnça do Samba ganhou a passarela do Cepop


Onça do Samba ganhou a passarela do Cepop neste sábado (26), segundo dia do Campos Folia, o carnaval fora de época de Campos. Caminhando junto à comissão de frente, a homenageada pela escola, a consagrada carnavalesca Maria Augusta, pedia aplausos, visivelmente emocionada com versos do samba ““Uni, Duni, Tê – Maria Augusta, a escolhida é você”, reconhecendo a artista como “mulher guerreira, dona de seus ideiais”.


Responsável pelo carnaval da Onça do Samba, Sidinho Ramos também acompanhava o desfile, garantindo que sua escola iria fazer “um belo espetáculo”. A bateria também mostrou sua força: “Vamos fazer bonito”, disse Mestre Ninho, mostrando os componentes da escola do Parque Leopoldina, todos muito bem fantasiados e sambando muito.

Compartilhe

Leia matéria completa

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail:

VerboTec Desenvolvimento e Tecnologia.